22

jun
Você precisa conhecer a Serra Catarinense

Hoje é dia de falar sobre algo muito especial, é dia de falar sobre a minha viagem do último feriadão (Corpus Christi) com meu namorado. Fomos logo ali, no nosso estado vizinho, Santa Catarina, maravilhoso que só ele. O estado é muito conhecido pelas suas belíssimas praias e faz sucesso durante o verão, mas é no inverno que ele se destaca. Santa Catarina é berço de algumas das cidades mais geladas do país, e fomos exatamente atrás delas, pra ver se, com sorte, veríamos ao menos uma geadinha, qual não foi a nossa surpresa quando na sexta-feira (9) NEVOU, EXATAMENTE onde iríamos na semana seguinte. Óbvio que o frio nos despistou, mas pelo menos tivemos dias incríveis de céu limpinho, mas não vou negar, ainda estou magoadinha, especialmente porque, agora que voltamos, já geou, e estão prevendo neve novamente nessa semana, mas fazer o que, neah!? O que importa é que a viagem foi uma delícia e deu pra aproveitar muito por lá. Separei muitas fotos e dicas do que fazer na região, caso você também esteja atrás de um friozinho.

Saímos de Curitiba na quinta, dia 15, às 7 horas da manhã, de carro, rumo a Lages, onde nos encontraríamos com um amigo do meu namorado, que está morando lá temporariamente. Almoçamos em Lages em um restaurante de comida tropeira super típico chamado Cansian Zambam, que é uma delícia, por sinal. A cidade é de cultura bem tropeira, e em sua refeição, o pinhão é um elemento praticamente obrigatório. Apesar de termos muito pinhão, também, aqui em Curitiba, não temos muito o costume de consumir coisas de pinhão, somente ele cozido ou assado, portanto, em Lages tivemos a oportunidade de apreciar pratos como o entrevero e a farofa de pinhão, que são bem típicos na região. Lá, inclusive, acontece a Festa Nacional do Pinhão, que, coincidentemente (ou não), estava acontecendo lá naquela semana, e acabamos aproveitando para conhecer a festa na quinta à noite. Após o almoço seguimos para São Joaquim, onde ficaríamos hospedados (mais uma vez através do Airbnb), descansamos um pouco (de Curitiba até lá são umas seis horas e meia de viagem) e voltamos a Lages para a festa. Teria show do O Rappa naquela noite, porém, estávamos muito cansados, e acabamos ficando pouco por lá, o suficiente para tomar um quentão maravilhoso e provar bombom e trufa de pinhão. Acabamos não registrando nossa passagem por lá. Acabamos dormindo em Lages mesmo, pois já era bem tarde, e de manhã começamos nossa jornada. Estávamos um pouco desanimados, pois estava muito nublado e a previsão era de sol, como iríamos para o alto de um morro, ficamos preocupados que não teríamos nenhuma vista do lugar. Realmente não tivemos, como vocês podem ver na imagem abaixo, isso atrás foi tudo o que conseguimos apreciar. NEBLINA, NEBLINA, NEBLINA. Continue lendo »


1 comentário


26

ago
Tiago Iorc e o melhor cover de Bang que você verá hoje

A gente sabe que o Tiago Iorc é cheio de energia e paixão quando o assunto é a música que ele faz. Desde que começou até os dias de hoje, a evolução musical que ele sofreu é bastante perceptível, e acima de tudo, ele sempre tenta inovar. E dessa vez, ele e seu grande parceiro de trabalho, o fotógrafo e diretor, Rafael Kent, se superaram, com uma outra parceira, a do fotógrafo capixaba, Hid Saib, e seu Projeto Neon. Em uma plataforma acústica e ritmo calmo, Bang, da cantora Anitta, é interpretada por Tiago à base de cores neon e luz negra. Abaixo, você confere o resultado.

E aí? Curtiu?


1 comentário


25

jul
Curitiblog: Bosque do Papa

Olá! Como foram de final de semana? O meu até que foi produtivo, inclusive, o post de hoje tem tudo a ver com ele. Eu disse que falaria bastante sobre Curitiba por aqui, e que está. Quem é daqui provavelmente já conhece esse lugar, se não conhece, está esperando o que? O Bosque João Paulo II, popularmente conhecido o Bosque do Papa foi inaugurado em 1980 em homenagem à visita do papa João Paulo II a Curitiba. É também uma grande homenagem à imigração polonesa na cidade, dentro do bosque há o Memorial da Imigração Polonesa, onde encontram-se 7 casinhas tipicamente polonesas em forma de aldeia, que foram construídas durante a colonização e, então, remontadas no parque. Nelas você vai encontrar utensílios utilizados pelos imigrantes na época, bem como fotos e mobiliários. Em uma delas foi montada uma capela em homenagem à padroeira da Polônia, casa essa que foi visitada pelo papa durante sua estada em Curitiba (a casa havia sido montada no estádio Couto Pereira para a cerimônia, e logo após, foi remontada no bosque). Há ainda uma casinha onde é possível comprar souveniers, e artesanatos da cultura polonesa.

Já tinha algum tempo que eu não o visitava, mas sábado resolvemos aproveitar o sol, que é raridade por aqui, e visitar algum parque, tirar algumas fotos e passar um sábado tranquilo. Pois bem, é exatamente esse lugar, calmo, relaxante, com muitas árvores ao redor, um lugar perfeito pra encontrar paz. Há três entradas, uma com acesso pela rua Mateus Leme, que é onde tem o portal que está na capa desse post, outra nos fundos da Prefeitura, e outra que é no final da rua Manoel Eufrásio, quando acaba o Museu Oscar Niemeyer. Pelas entradas dois e três você caminha por entre as árvores, ao som da bicharada que lá habita.

Continue lendo »


3 comentários


15

ago
5 sites/blogs de fotografia pra quem quer começar

Acho que já disse aqui algumas vezes que amo fotografia e tenho muita vontade de começar a me aprofundar no tema, mas por motivos de equipamentos são muitos caros, ainda não consegui comprar minha câmera (falta pouco *-*) e, com isso, ainda não consegui começar a fotografar de verdade. Mas sempre que posso leio a teoria da coisa, tendo aprender sobre, primeiro coisas básicas sobre diferença de câmeras, lentes e tudo que seja pertinente à fotografia. Aos poucos vou aprendendo e entendendo um pouco mais sobre esse mundo tão maravilhoso. Com isso acabei encontrando diversos sites sobre o assunto, que me deram base para esse aprendizado, então, se você também gosta do tema e tem vontade de se aprofundar nele, vão aí algumas dicas de sites que podem te ajudar bastante.

Dicas de Fotografia

Acho que esse é o primeiro site que comecei a acompanhar. Ele é um site em estilo revista (super fofo, por sinal) que, como o nome já diz, traz inúmeras dicas sobre fotografia, tutoriais, etc. O site é bem informativo e o melhor, possui uma linguagem super fácil e vê-se que eles querem mesmo é fazer com que todos entendam, principalmente aqueles que estão começando, e isso é muito bom.

Continue lendo »


6 comentários