15

abr
Os jogos favoritos da minha infância do Super Nintendo

Sempre adorei jogar videogame. Desde a época em que meu irmão tinha atari até os tempos de hoje (quando não jogo mais apenas por motivos de não tenho videogame, uma vez que os videogames lá em casa sempre foram do meu irmão, e, como não moramos mais sob o mesmo teto…). Lembro de pentelhar a vida do meu irmão mais velho pra ele me deixar jogar, o tempo foi passando, eu fui crescendo e virei a parceira de game dele. Os tempos hoje são outros, os jogos evoluíram de tal forma que às vezes eu me pego pensando como a gente realmente conseguia ser entretido por aqueles jogos de gráficos tão precários. Mas certo é que ainda hoje eu me divertiria de montão jogando muitos deles, pois eles têm o elemento principal pra fazer qualquer um ficar horas e horas jogando: diversão. Apesar de jogos 2D e esses gráficos não tão evoluídos o entretenimento sempre estava lá e o vício vinha facilmente. #saudadessnes

Por isso decidi citar aqui 10 jogos que mais fizeram a minha alegria quando eu era criança, em se tratando do queridinho dos vintage lovers, Super Nintendo, conhecido também como Super Nes ou apenas Snes. Reuni, portanto, Videos de gameplay que encontrei no youtube pra matar um pouquinho as saudades. Bora lá!

10. Donkey Kong Country 2

Donkey Kong 2 era muito divertido e gostoso de jogar, eu ficava horas e horas quando meu irmão alugava a fita, olha a situação, hehe. Gostava daquela fase que inundava o navio e eles tinha que nadar pra encontrar a saída. Mas entre os 3 era o que eu menos gostava.

9. The Magical Quest

Esse era outro jogo que eu gostava, não foi o mais marcante, mas a lembrança que eu tenho é de que eu me divertia bastante.

8. Super Mario Bros. 3

Acho que sou uma das poucas que dava valor no Super Mario 3, mas eu adorava. Gostava quando ele pegava a folha e virava aquela espécie de castor/esquilo com aquelas orelhas e rabinho e voava.

7. Mortal Kombat 3

Quem nunca? Joguei muiiiito Mortal Kombat nessa vida. Lembro de reunir todos os primos na sala nos dias de festa pra jogar mortal kombat, os pequenos sempre ficavam loucamente apertando botões aleatórios e acabavam ganhando, aí a gente dizia que ele estavam apelando. Eu nem preciso dizer que era sempre a Sonya, hahahahha.

6. Donkey Kong Country 3

Esse era um dos que eu mais jogava porque a gente tinha a fita em casa. Eu gostava muito, amava o mapa e os cenários. As fases eram muito boas, e eu adorava o elefantinho, lembro que ele fugia quando via aquelas ratazanas.

5. Rock ‘n Roll Racing

Eu nunca fui muito dos jogos de corrida, mas esse era meio difícil não jogar. Com suas pistas mega loucas e carros estrambólicos, pra completar a trilha sonora, que te embalava com clássicos do rock como Black Sabbath e Deep Purple. Esses elementos tornavam o jogo sempre muito divertido.

4. Goof Troop (jogo do Pateta)

Impressionante como um jogo aparentemente tão bobo podia ser tão divertido. Goof Troop era aquele joguinho de lógica bem básico em que a única função era mover algumas pedras. Pois é, só isso!

3. Aladdin

Tem coisa mais legal que um dos seus desenhos favoritos da disney em um jogo de videogame? Aladdin era um jogo divertidíssimo, eu adorava ficar me embalando de um lado para o outro quando ia subir em alguma edificação daquelas, tudo nesse jogo era puro entretenimento. Deixou muita saudade.

2. Donkey Kong Country

Meu favorito dos 3 da série (contando os 3 das antigas, o novo não conta nessa lista porque, bem… ele é novo). Eram meus cenários favoritos, a selva deles e tal, gostava naqueles bichos de outro que você pegava, eu queria pegar todos sempre. Bons tempos aqueles.

1. Super Mario World

Mas é claro que em primeiro lugar tinha que ser esse encanador italiano gordinho, baixinho e bigodudo. Mario World domina o universo do snes sem sombra de dúvidas, o vício era gigante, passava finais de semana inteiros só jogando mário. Lembro que a minha prima tinha uma fita falsificada que não salvava o progresso do jogo, aí a gente não podia desligar se não tinha que jogar tudo de novo desde o começo. #nostalgia

Costumavam jogar algum deles? Qual seu favorito? Acha que faltou algum na lista? Pode dizer!

Imagem destacada: LINS2333


5 comentários


07

ago
The Last Of Us
em Games

Não sei se eu já contei aqui, mas adoro jogar videogame, o problema é: eu sou muito ruim, hahahaha. Gosto principalmente de jogos de mistério, aventura e terror, apesar de o vício maior ter sido o encanador italiano mais querido do mundo, hehe. Gosto de Resident Evil, Call Of Duty, GTA, e recentemente, adquiri um novo favorito, The Last Of Us. Alguém já ouviu falar? Aposto que sim. Mas se não, continue lendo.

The Last Of Us (Os últimos de nós, na tradução literal para o português) foi criado pela Naughty Dog, uma indústria gringa desenvolvedora de jogos, que pertence à Sony, é responsável, também, pelos sucessos Crash e Uncharted. O jogo tem a temática pós apocalíptica, já bastante explorada no mundo dos games, mas em matéria de jogo e história deixa a grande maioria deles no chinelo.

A história gira em torno dos personagens Joel, um senhor de meia-idade, já bastante judiado pela vida, que carrega dentro de si essa amargura, e Ellie, uma adolescente de 14 anos que já nasceu no caos desse mundo. 20 anos atrás, uma infecção tomou conta de boa parte da população, fazendo com que se tornassem uma espécie de fungos ambulantes, seu estágio muda com o decorrer do tempo. É muito legal a gente ver a relação entre Joel e Ellie crescer no decorrer do jogo, a gente se emociona, ri, fica tenso com tudo que eles passam. O jogo também te faz questionar várias vezes sobre como deve ser viver num mundo como esse, e também, o quanto somos apegados a coisas banais. Ellie, certa vez, faz esse questionamento, sobre as meninas de sua idade que viveram na época pré-apocalipse “é realmente só com isso que elas se preocupavam? com garotos e se tal saia combinava com tal blusa?”, pois é!

Os gráficos estão de encher os olhos, não apenas nas coisas e nos lugares pelos quais eles vão passando, mas principalmente os gráficos dos personagens, que nós conseguimos imaginá-los como seres com vida, pois cada expressão é tão real, que conseguimos captar seus sentimentos. As ações também estão muito bem desenvolvidas, preciso confessar que mais que jogar, eu gostava de assistir meu irmão jogar e palpitar, ajudar a encontrar as soluções.

Além dos zumbis/fungos, ainda temos que enfrentar as milícias e também a força armada do governo. Os fungos em seu estágio médio se parecem como esses da foto acima, há ainda os recém transformados, que possuem ainda a aparência de seres humanos normais, e os em estágio mais avançado, que são maiores, mais poderosos e mais nojentos.

Mas o grande ponto forte do jogo, na minha opinião, fica por conta da garotinha, Ellie. Ela é esperta, durona, engraçada e muito leal. Os melhores momentos do jogo são em sua presença, ela não é como aquelas garotinhas bobas e frágeis, se precisar ela toma as rédeas da situação e se arrisca sem dó. Ela é guerreira! Confiram o trailer abaixo:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=rWzcYbtZQrk&w=670&h=394]

Enfim, se você, como eu, gosta de bons jogos de aventura, você com certeza não pode deixar de jogar The Last Of Us, é um jogo brilhante, muito bem feito e com uma história muito bacana, também. Altamente recomendado!


0 comentários